PT | EN

Covilhã Cidade Fábrica

Através de três percursos pedestres pela Covilhã "Cidade Fábrica", circulares e complementares entre si, propõe-se a visita aos espaços mais significativos que evidenciam a importância histórica da indústria de lanifícios nesta cidade. Dar-se-á a conhecer os núcleos museológicos do Museu de Lanifícios, a Real Fábrica de Panos, a Real Fábrica Veiga e as Râmolas de Sol, e um vasto património industrial disse-minado pela cidade, desde edifícios fabris, estendedouros e râmolas de sol, chaminés, maquinismos, palacetes, bairros operários e outras infra-estruturas. 

Tinte Velho

Uma antiga oficina de tinturaria localizada na Fonte Santa, junto à ribeira da Goldra, na Covilhã. Por aqui passaram muitas empresas, trabalhadores e industriais, como, a partir de 1759, Simão Pereira da Silva e seus herdeiros, João Mendes Alçada e Manuel Mendes Alçada de Paiva, "Alçada & Cª", Manuel da Silva Ranito Júnior, António Lopes Ranito, "Tinturaria Ranito, Lda.", António Pereira Nina Júnior e Anibal Pereira Nina, "Francisco Mendes Alçada & Sucessor", Aníbal Mousaco Alçada e a "Tinturaria Alçada". Nos anos 40 do séc. XX transforma-se em armazém e espaço de apoio desta firma que cessa a atividade em 1996.

  • DIMS 2021
    Comemora-se, em 18 de abril, o Dia Internacional dos Monumentos e Sitios, que será celebrado com entradas livres e visitas guiadas às 11h00. Saiba +

  • Reabertura do Museu
    O Museu de Lanifícios reabre no dia 6 de abril, de terça a sexta, das 10h-13h e 14h30-18h, e, ao fim-de-semana, das 10h às 13h, com visitas guiadas às 11h. Saiba +

  • WEBDOC Interativo
    Visite o WEBDOC interativo Covilhã, Cidade Fábrica, produzido pela Ocidental Filmes, com a colaboração do Museu de Laníficios e do Munícipio da Covilhã. Saiba +

  • A Faculdade de Engenharia e a ETL
    Em 2020, foram publicadas, nas redes sociais do Museu, as entrevistas ao Reitor da UBI, ao Presidente da Faculdade de Engenharia e aos Presidentes de Departamento. Saiba +